"Há quem diga que todas as noites são de sonhos. Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão. No fundo, isso não tem importância. O que interessa mesmo não é a noite em si, são os sonhos. Sonhos que o homem sonha sempre, em todos os lugares, em todas as épocas do ano, dormindo ou acordado. "
(Shakespeare, Sonhos de Uma Noite de Verão)

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Nossa felicidade

Estive a pensar sobre as coisas que me fazem feliz e pude perceber que não é preciso muito para me fazer sorrir. Basta que ouça o canto de pássaros e veja-os se enamorando em minha janela. Basta que uma criança me olhe com atenção e me abra um delicioso sorriso, isso me faz completamente feliz.
Basta que olhe para as nuvens e perceba quão maravilhoso é o céu. Basta parar para olhar o nascer do sol. Basta que possa ver amigos juntos se divertindo e pessoas ajudando umas as outras.
Será que precisamos tanto para sermos felizes de verdade? Somos felizes e não sabemos.
Somos felizes por poder ver as belezas da vida, por podermos sentir a brisa nos tocar, por podermos ouvir os sons da natureza, por podermos tocá-la sem nenhum mal lhe causar.
Se soubermos olhar a vida com mais simplicidade, talvez reclamaremos menos daquilo que pensamos nos faltar.
Somos rodeados dos bens da natureza dadas por Nosso Criador e cabe-nos cuidar e preservar com carinho de tudo que nos foi delegado. E assim perceberemos que nossa riqueza sempre esteve diante de nossos olhos, mas nunca fomos capazes de observá-la: a vida.

Nenhum comentário: